A maratona e política.

23 de agosto de 2015

Hoje sai muito cedo pra treinar. Nadei 20 minutos no rio Negro e depois corri 50 minutos a um pace de 5:10 minutos por quilômetro.
A corrida pra mim é sempre um momento de liberdade e de reflexão. Não gosto de correr ouvido música e de vez enquanto preciso fazer corridas longas sozinho.
Correr sozinho hoje não foi uma escolha. Parte da nossa turma não treinou porque fez o primeiro Triathlon ontem e parte pedalou. Sai pra correr só.

Já no começo da corrida tomou a minha mente uma reflexão sobre as indefinições que vivo hoje na busca de um partido para disputar as eleições de 2016.
No meio desse pensamento lembrei que sou maratonista, que já corri 3 maratonas (42km), 6 meias maratonas (21km), 2 iron mans 70.3 (1.9km de natação, 90km de pedal e 21km de corrida) e que estou me preparando para fazer um Iron Man (3.8km de natação, 180km de pedal e 42km de corrida). Mas o que isso tem a ver com as coisas da política?

As provas de longa distância nos ensinam algumas lições.

Numa maratona não há nenhum fiscal que impeça que você pegue uma carona ou corte caminho, mas nenhum maratonista faz isso. Ele tem consciência de que tem que cumprir a regra de que não vale chegar ao destino a qualquer custo.

Na longa distância, o desespero não faz a linha de chegada se aproximar, pelo contrário, provavelmente vai deixá-la cada vez mais longe. É preciso manter a calma, o equilíbrio, planejar bem. Pode até ser necessário reduzir o ritmo mas desistir nunca é uma opção para um maratonista.

Nas três maratonas que fiz, em uma me machuquei e fui obrigado a caminhar 10km, na outra estava saindo de uma lesão e muito gripado, sofri bastante, levei meu corpo ao limite, mas a minha mente me levou até onde eu queria chegar.

Um maratonista cumpre regras esportivas e éticas. Um maratonista mantém a calma nos momentos de crise. Um maratonista não desiste. Um maratonista sabe a hora de acelerar e a hora de poupar energia. Um maratonista nunca perde o foco que é ultrapassar a linha de chegada.

A corrida de hoje me mostrou que é com a mente de um maratonista que vou encarar esses desafios que a política tem me imposto.

Sou maratonista. Seguirei coerente com os Meus princípios e não buscarei meus objetivos a qualquer custo. Terei paciência. Não desistirei. Não me precipitarei. Seguirei em frente na certeza de que chegarei ao objetivo de oferecer aos meus irmãos manauaras um caminho moderno e seguro para o nosso futuro.




Pesquisar conteúdo:


SOBRE O BLOG

O esporte e a atividade física sempre estiveram presentes na minha vida. Desde o futebol de moleque descalço na rua até os anos dedicação ao voleibol que me levaram a ser o levantador da seleção ... LEIA MAIS

MARCELO RAMOS

Advogado pós-graduado em Direito Processual Civil, deputado estadual e autor dos livros "Nossa Luta Diária" e "Velho Baú".

Copyright © 2013  •  Corro à Toa  •  Marcelo Ramos  •  marcelo_ramos_@hotmail.com